Mory Kanté, apelidado de “riot elétrico”, ajudou a popularizar a música africana e guineense em todo o mundo.

Lançado em 1987, “Yéké Yéké” vendeu milhões de cópias e chegou ao topo das tabelas em muitos países:

Mory Kanté faleceu “por volta das 9:45 desta manhã no hospital sino-guineense”, disse o seu filho.

“Ele sofria de doenças crónicas e viajava frequentemente para França para tratamento, mas com o coronavírus já não era possível”, acrescentou.

“Vimos o seu estado deteriorar-se rapidamente, mas de qualquer forma fiquei surpreendido porque ele já tinha passado por momentos muito piores”, avançou.

Mory Kanté atuou em Portugal em 1988, na Festa do Avante.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.