O espetáculo fez a revisitação da opereta de Jacques Offenbach que inaugurou o espaço, então batizado de Theatro D. Amelia, a 22 de maio de 1894.

Em palco, no ano passado, estiveram alunos de escolas artísticas de todo o país e profissionais selecionados através de audições, dirigidos pelo encenador António Pires e pelo diretor musical e maestro de orquestra Cesário Costa, a quem se juntaram Paulo Vassalo Lourenço como maestro do coro.

A obra contou ainda com Dino Alves nos figurinos, Aldara Bizarro no movimento e A Tarumba – Teatro de Marionetas na cenografia.

Ao todo, o espetáculo mobilizou 150 artistas, esgotando cinco récitas de entrada livre, sempre com interpretação em Língua Gestual Portuguesa e Audiodescrição.

A peça vai ficar online durante três dias nas redes sociais do S. Luiz.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.