Os visitantes terão de reservar a visita com antecedência e deverão usar máscaras para andar pelo museu, informou o Louvre.

O sistema de reservas online, que o museu já tinha usado para exposições de grande sucesso, será aberto no dia 15 de junho (está fechado desde 13 de março).

"Ainda que tenhamos conseguido aproveitar os tesouros do Louvre em visitas virtuais, nada se compara à emoção de encontrar cada obra de arte de forma real", explicou o diretor do museu, Jean-Luc Martinez.

Duas grandes exposições que tiveram de ser canceladas durante o período de confinamento foram remarcadas para o outono francês: uma sobre a arquitetura italiana de Donatello para Michelangelo e outra do mestre renascentista alemão Albrecht Altdorfer.

O Louvre afirma que por causa do enceramento e da sua interação na internet e nas redes sociais agora é o museu mais seguido do mundo no Instagram, com mais de 4 milhões de seguidores.

Outros museus e centros culturais que serão reabertos em breve na França são o Château de Versailles, a 6 de junho, o Musée d'Orsay, a 23 de junho, e o Centro Pompidou, a 1º de julho.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.