A Sony é o mais recente estúdio a adiar filmes por causa da COVID-19 e dos cinemas fechados em vários países do mundo.

Foi também o mais extremo: dá o o verão por perdido e passou praticamente toda a sua agenda para 2021.

Na segunda-feira à noite (30), "Caça-Fantasmas: O Legado" adiou de 10 de julho para 5 de março de 2021, a data que estava prevista para "Uncharted".

Essa adaptação do videojogo com Tom Holland, Mark Wahlberg e Antonio Banderas, cuja produção foi interrompida por causa da pandemia, passou para 8 de outubro de 2021, que estava reservado para um filme Marvel sem título oficial da parte da Sony, que agora ficou sem data.

Também da parte da Marvel em que tem os direitos, a Sony passou "Morbius", com Jared Leto, de 31 de julho para 19 de março de 2021.

"Peter Rabbit: Coelho à Solta", que já tinha adiado da Páscoa para agosto, mudou novamente e fica a 15 de janeiro de 2021.

"Greyhound", um drama da Segunda Guerra Mundial com Tom Hanks, que esteve infetado com a COVID-19, ficou sem data. Já teve várias alterações na agenda, sendo que a data mais recente era 12 de junho.

No rearranjo da agenda, a Sony decidiu antecipar a estreia do drama "Fatherhood", com Kevin Hart, de 15 de janeiro de 2021 para 23 de outubro.

Desde o início de março, o novo coronavírus forçou os estúdios de Hollywood a adiar muitas das principais apostas, como "007: Sem Tempo Para Morrer" (para novembro), "Um Lugar Silencioso 2" (ficou sem data), "Mulan" (sem data), "Os Novos Mutantes" (sem data), "Viúva Negra" (sem data), a animação "Scooby!" (sem data), "Velocidade Furiosa 9" (abril de 2021), "Mulher-Maravilha 1984" (agosto), "Mínimos 2: A Ascensão de Gru" (sem data) e a adaptação do musical da Broadway "Ao Ritmo de Washington Heights" (sem data).

Mais informações sobre o COVID-19.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.